Histórias de startups

Com Inteligência Artificial, Portal Telemedicina leva medicina especializada para áreas rurais

Para quem mora em grandes cidades e centros urbanos, é fácil ter acesso a hospitais e médicos especialistas. Mas, para muitas comunidades rurais, a realidade é de pouco acesso a clínicas e doutores. Opções de cuidados com a saúde lentas, difíceis e com custos proibitivos levam à falta de diagnóstico e, consequentemente, de tratamento para muitos pacientes desses locais.

Para ajudar a resolver esse problema, o empreendedor Rafael Figueiroa criou o Portal Telemedicina. A empresa utiliza tecnologias avançadas em busca da redução drástica das barreiras de tempo e custo que impedem o acesso a tratamentos de saúde adequados. O Portal Telemedicina participou, no início de 2017, do Launchpad Accelerator, programa de aceleração de startups do Google, e Rafael se tornou um dos melhores mentores globais de Inteligência Artificial do programa.

Hoje, mais de 500 clínicas rurais e grandes instituições de assistência médica espalhadas pelo Brasil e por Angola usam a tecnologia do portal. A empresa foi uma das dez companhias selecionadas pela Organização das Nações Unidas para participar do Accelerate2030,  programa de apoio a empreendedores que trabalham em prol dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Conversamos com o Rafael para conhecer seu caminho em direção ao empreendedorismo, o trabalho realizado pelo Portal Telemedicina e como tudo isso tem sido possível por meio da tecnologia. 

Como o Portal Telemedicina funciona?

Vou te dar um exemplo: com a nossa tecnologia, um paciente que vive em uma área rural no meio da floresta tropical brasileira pode ir até a clínica local e fazer um raio-X. Com poucos cliques, enfermeiras da clínica enviam as informações pela nuvem para especialistas no centro urbano de São Paulo. Esses médicos, então, dão um diagnóstico para pacientes que estão a centenas de quilômetros de distância.

A plataforma de telediagnóstico do Portal Telemedicina permite que especialistas façam análises mais rápidas e precisas com a ajuda da Inteligência Artificial (IA), que é usada no diagnóstico de milhares de pacientes todos os dias. O sistema checa se a avaliação do médico bate com as previsões realizadas pela IA e, em caso de discrepância, os exames são enviados automaticamente para três outros doutores como forma de reduzir as chances de erro.

Como a Inteligência Artificial sabe o que procurar em uma imagem de exame?

Computadores são tão inteligentes quanto as informações que você fornecer para o sistema. Nossa plataforma usa um histórico de mais de 30 milhões de exames e diagnósticos para "aprender" e consultar. Assim, ela é capaz de realizar análises médicas dentro ou até acima do nível de precisão humano.

Como você descobriu que queria se tornar um empreendedor da área de saúde?

Sempre quis ajudar as pessoas. Já havia trabalhado com ONGs e tinha noção da discrepância existente no acesso à saúde, considerando os diferentes locais onde as pessoas moram. Em 2013, passei por uma emergência médica enquanto estava no Nordeste e, por causa da ausência de um especialista, recebi um diagnóstico errado que, por pouco, não prejudicou minha mobilidade. Acabei sendo levado com urgência para São Paulo e passando por uma cirurgia. Fiquei seis meses sem poder andar, o que me deu tempo suficiente para pensar sobre a falta de acesso a médicos em regiões remotas.

Como a tecnologia e os programas do Google ajudaram o Portal Telemedicina a crescer?

Vários aspectos do nosso trabalho são administrados por meio de produtos do Google, mas o mais importante é a possibilidade de usarmos TensorFlow, plataforma de machine learning que é base da tecnologia de reconhecimento de imagens que analisa os exames de raio-X e permite a realização de um diagnóstico. Durante o programa de aceleração do Google, trabalhamos com experts que nos ajudaram a superar os obstáculos e prepararam a plataforma de tecnologia do Portal para um crescimento rápido.

Que conselho você daria para outros empreendedores?

Não ache que você sabe qual é o caminho certo a seguir. Dê prioridade para a construção de uma plataforma que você possa testar e experimentar rapidamente. O fator mais importante é colocar o produto nas mãos dos consumidores assim que possível e analisar o feedback. Baseado nele, comece a desenvolver uma tecnologia cada vez mais sofisticada.

Saiba mais sobre a Portal Telemedicina

Fique por dentro das novidades da Portal Telemedicina no Facebook  Instagram  Linked In

Categorias:

Saúde/Medicina América Latina Google Cloud Estudo de caso